Quinta-feira, Julho 18, 2024

Praias Fluviais do Distrito da Guarda Destacadas com Bandeira Azul e Qualidade de Ouro

Dentro de poucas semanas, a época balnear abrirá oficialmente na região, trazendo consigo distinções importantes para várias praias fluviais do distrito da Guarda. Estas distinções, atribuídas pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) e pela Quercus, destacam a qualidade das águas e as condições ambientais destas praias.

Praias com Bandeira Azul

Este ano, três praias fluviais do distrito da Guarda foram agraciadas com a Bandeira Azul, um símbolo de qualidade ambiental e infraestruturas. Valhelhas, no concelho da Guarda, ostenta este símbolo desde 2015, enquanto Lapa dos Dinheiros e Loriga, ambas no concelho de Seia, recebem esta distinção desde 2017 e 2020, respetivamente. A Bandeira Azul é um reconhecimento atribuído pela Fundação para a Educação Ambiental às praias e marinas que cumprem rigorosos critérios de qualidade ambiental, segurança, bem-estar, infraestruturas de apoio, informação aos utentes e sensibilização ambiental.

Praias de Qualidade de Ouro

A Quercus distingue também várias praias fluviais da região com o galardão de Qualidade de Ouro, baseado na qualidade das águas balneares. A praia fluvial do Vale do Rossim, em Gouveia, a mais alta de Portugal, recebe esta distinção há 12 anos consecutivos. Loriga, no concelho de Seia, mantém a Qualidade de Ouro desde 2012. No concelho da Guarda, Valhelhas foi reconhecida com este prémio de 2014 a 2024, exceto em 2023. A praia fluvial de Vale do Mondego, em Vila Cortês do Mondego/Porto da Carne, é distinguida pela terceira vez.

A zona balnear da Lapa dos Dinheiros continua a ser contemplada pela Quercus desde 2020. Por outro lado, as praias fluviais do Poço do Lagar e de Vila Cova à Coelheira, no concelho de Seia, que receberam a distinção em 2022, não foram contempladas este ano.

Aldeia Viçosa Perde a Bandeira Azul

A praia fluvial de Aldeia Viçosa, no distrito da Guarda, que havia recebido a Bandeira Azul em 2021, 2022 e 2023, não foi contemplada este ano. Luís Prata, presidente da Junta de Freguesia, explica que os critérios rigorosos da ABAE e os impactos negativos dos incêndios de 2022, bem como as intempéries subsequentes, comprometeram a qualidade das análises da água, resultando na perda do galardão.

Apesar desta perda, o autarca assegura que a praia fluvial de Aldeia Viçosa continuará a manter condições de segurança e higiene. “Estamos a realizar obras de requalificação para tornar o espaço ainda mais bonito e natural”, afirma Luís Prata. Estas obras incluem a substituição de estruturas de betão por materiais mais adequados ao contexto da Serra da Estrela, e deverão estar concluídas a 1 de junho. A época balnear começará a 15 de junho, e o autarca acredita que este verão será ainda melhor do que os anteriores, especialmente com a inauguração dos Passadiços do Mondego, que deverão atrair mais visitantes à região.

Conclusão

O distrito da Guarda continua a ser uma referência em termos de qualidade ambiental das suas zonas balneares, com várias praias fluviais distinguidas com a Bandeira Azul e Qualidade de Ouro. Estas distinções são um reconhecimento do compromisso das autoridades locais e das comunidades na preservação e valorização do património natural. Com a abertura da época balnear, estas praias fluviais prometem oferecer experiências únicas e de alta qualidade aos veraneantes e turistas que escolherem a região para relaxar e desfrutar da natureza.

- pub -

Praias Fluviais do Distrito da Guarda Destacadas com Bandeira Azul e Qualidade de Ouro

Dentro de poucas semanas, a época balnear abrirá oficialmente na região, trazendo consigo distinções importantes para várias praias fluviais do distrito da Guarda. Estas distinções, atribuídas pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) e pela Quercus, destacam a qualidade das águas e as condições ambientais destas praias.

Praias com Bandeira Azul

Este ano, três praias fluviais do distrito da Guarda foram agraciadas com a Bandeira Azul, um símbolo de qualidade ambiental e infraestruturas. Valhelhas, no concelho da Guarda, ostenta este símbolo desde 2015, enquanto Lapa dos Dinheiros e Loriga, ambas no concelho de Seia, recebem esta distinção desde 2017 e 2020, respetivamente. A Bandeira Azul é um reconhecimento atribuído pela Fundação para a Educação Ambiental às praias e marinas que cumprem rigorosos critérios de qualidade ambiental, segurança, bem-estar, infraestruturas de apoio, informação aos utentes e sensibilização ambiental.

Praias de Qualidade de Ouro

A Quercus distingue também várias praias fluviais da região com o galardão de Qualidade de Ouro, baseado na qualidade das águas balneares. A praia fluvial do Vale do Rossim, em Gouveia, a mais alta de Portugal, recebe esta distinção há 12 anos consecutivos. Loriga, no concelho de Seia, mantém a Qualidade de Ouro desde 2012. No concelho da Guarda, Valhelhas foi reconhecida com este prémio de 2014 a 2024, exceto em 2023. A praia fluvial de Vale do Mondego, em Vila Cortês do Mondego/Porto da Carne, é distinguida pela terceira vez.

A zona balnear da Lapa dos Dinheiros continua a ser contemplada pela Quercus desde 2020. Por outro lado, as praias fluviais do Poço do Lagar e de Vila Cova à Coelheira, no concelho de Seia, que receberam a distinção em 2022, não foram contempladas este ano.

Aldeia Viçosa Perde a Bandeira Azul

A praia fluvial de Aldeia Viçosa, no distrito da Guarda, que havia recebido a Bandeira Azul em 2021, 2022 e 2023, não foi contemplada este ano. Luís Prata, presidente da Junta de Freguesia, explica que os critérios rigorosos da ABAE e os impactos negativos dos incêndios de 2022, bem como as intempéries subsequentes, comprometeram a qualidade das análises da água, resultando na perda do galardão.

Apesar desta perda, o autarca assegura que a praia fluvial de Aldeia Viçosa continuará a manter condições de segurança e higiene. “Estamos a realizar obras de requalificação para tornar o espaço ainda mais bonito e natural”, afirma Luís Prata. Estas obras incluem a substituição de estruturas de betão por materiais mais adequados ao contexto da Serra da Estrela, e deverão estar concluídas a 1 de junho. A época balnear começará a 15 de junho, e o autarca acredita que este verão será ainda melhor do que os anteriores, especialmente com a inauguração dos Passadiços do Mondego, que deverão atrair mais visitantes à região.

Conclusão

O distrito da Guarda continua a ser uma referência em termos de qualidade ambiental das suas zonas balneares, com várias praias fluviais distinguidas com a Bandeira Azul e Qualidade de Ouro. Estas distinções são um reconhecimento do compromisso das autoridades locais e das comunidades na preservação e valorização do património natural. Com a abertura da época balnear, estas praias fluviais prometem oferecer experiências únicas e de alta qualidade aos veraneantes e turistas que escolherem a região para relaxar e desfrutar da natureza.

- pub -

MAIS PARA SI

- pub -