Quinta-feira, Julho 18, 2024

Marcelo Rebelo de Sousa e Luis Abinader Confirmam Participação na Cimeira de Paz na Suíça

O Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou com alegria a participação do seu homólogo dominicano, Luis Abinader, na próxima cimeira de paz na Suíça, a realizar-se nos dias 15 e 16 de junho. A declaração foi feita no Palácio de Belém, em Lisboa, após um encontro oficial entre os dois líderes.

Marcelo Rebelo de Sousa expressou satisfação pela presença confirmada da República Dominicana na cimeira, destacando que ambos os países estarão ao lado de muitas outras nações na busca pela paz na Ucrânia. “Lá estaremos, República Dominicana e Portugal, ao lado de muitos outros estados de todo o mundo”, afirmou o Presidente português.

Luis Abinader, por sua vez, confirmou que Marcelo Rebelo de Sousa estará presente na cimeira e agradeceu o convite e a persuasão do Presidente português. “Agradeço-lhe também, e aceitei o convite para a reunião de paz que o Presidente Rebelo vai ter na Suíça, a que irá assistir, e a que realmente nos convenceu a assistir”, disse Abinader.

Durante o encontro, os presidentes discutiram a situação internacional, com um foco especial na guerra na Ucrânia. Ambos os países mantêm a mesma posição nas Nações Unidas e no cenário mundial sobre a necessidade de construção da paz.

Marcelo Rebelo de Sousa relembrou o apoio de Portugal à República Dominicana na sua eleição para o Conselho de Segurança em 2019-2020 e expressou a expectativa de apoio recíproco para o período de 2027-2028.

Os dois líderes também abordaram a questão dos oceanos, com um acordo comum sobre a importância da colaboração em matéria marítima e de defesa e segurança marítima. A possibilidade de uma maior cooperação com a Força Aérea Portuguesa e a Armada Portuguesa foi destacada.

Além disso, ambos os presidentes concordaram em aprofundar o acordo celebrado há um ano e meio, focando em áreas como o digital, inteligência artificial, qualificação, modernização administrativa, colaboração económica, cultural, científica e tecnológica.

Marcelo Rebelo de Sousa elogiou Luis Abinader como um líder poderoso na América Central, recentemente reeleito, e com uma abertura universal e relações com todos os continentes e grandes potências. Abinader, por sua vez, referiu-se ao chefe de Estado português como um “mestre” e elogiou a sua liderança nas cimeiras ibero-americanas e na Europa.

Abinader expressou interesse em aprender com a experiência portuguesa de transformação digital e modernização administrativa e visitou a Agência para a Modernização Administrativa (AMA) como parte de sua agenda em Portugal.

O encontro entre Marcelo Rebelo de Sousa e Luis Abinader reforçou a colaboração bilateral entre Portugal e a República Dominicana e destacou a importância da união de esforços na busca pela paz e na cooperação em diversas áreas estratégicas. A participação conjunta na cimeira de paz na Suíça é um passo significativo nesta direção.

- pub -

Marcelo Rebelo de Sousa e Luis Abinader Confirmam Participação na Cimeira de Paz na Suíça

O Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou com alegria a participação do seu homólogo dominicano, Luis Abinader, na próxima cimeira de paz na Suíça, a realizar-se nos dias 15 e 16 de junho. A declaração foi feita no Palácio de Belém, em Lisboa, após um encontro oficial entre os dois líderes.

Marcelo Rebelo de Sousa expressou satisfação pela presença confirmada da República Dominicana na cimeira, destacando que ambos os países estarão ao lado de muitas outras nações na busca pela paz na Ucrânia. “Lá estaremos, República Dominicana e Portugal, ao lado de muitos outros estados de todo o mundo”, afirmou o Presidente português.

Luis Abinader, por sua vez, confirmou que Marcelo Rebelo de Sousa estará presente na cimeira e agradeceu o convite e a persuasão do Presidente português. “Agradeço-lhe também, e aceitei o convite para a reunião de paz que o Presidente Rebelo vai ter na Suíça, a que irá assistir, e a que realmente nos convenceu a assistir”, disse Abinader.

Durante o encontro, os presidentes discutiram a situação internacional, com um foco especial na guerra na Ucrânia. Ambos os países mantêm a mesma posição nas Nações Unidas e no cenário mundial sobre a necessidade de construção da paz.

Marcelo Rebelo de Sousa relembrou o apoio de Portugal à República Dominicana na sua eleição para o Conselho de Segurança em 2019-2020 e expressou a expectativa de apoio recíproco para o período de 2027-2028.

Os dois líderes também abordaram a questão dos oceanos, com um acordo comum sobre a importância da colaboração em matéria marítima e de defesa e segurança marítima. A possibilidade de uma maior cooperação com a Força Aérea Portuguesa e a Armada Portuguesa foi destacada.

Além disso, ambos os presidentes concordaram em aprofundar o acordo celebrado há um ano e meio, focando em áreas como o digital, inteligência artificial, qualificação, modernização administrativa, colaboração económica, cultural, científica e tecnológica.

Marcelo Rebelo de Sousa elogiou Luis Abinader como um líder poderoso na América Central, recentemente reeleito, e com uma abertura universal e relações com todos os continentes e grandes potências. Abinader, por sua vez, referiu-se ao chefe de Estado português como um “mestre” e elogiou a sua liderança nas cimeiras ibero-americanas e na Europa.

Abinader expressou interesse em aprender com a experiência portuguesa de transformação digital e modernização administrativa e visitou a Agência para a Modernização Administrativa (AMA) como parte de sua agenda em Portugal.

O encontro entre Marcelo Rebelo de Sousa e Luis Abinader reforçou a colaboração bilateral entre Portugal e a República Dominicana e destacou a importância da união de esforços na busca pela paz e na cooperação em diversas áreas estratégicas. A participação conjunta na cimeira de paz na Suíça é um passo significativo nesta direção.

- pub -

MAIS PARA SI

- pub -