Quinta-feira, Julho 18, 2024

Piscinas de Caria Retiradas à Junta de Freguesia

Foi na passada sexta-feira, à reunião da Assembleia Municipal o ponto que já se previa mais polémico, a proposta de ratificação do executivo para Denuncia do Protocolo de Exploração das Piscinas Municipais.
A situação começou logo por ser abordada no Período Antes da Ordem Do Dia por Rosa Coutinho da CDU que apelou ao bom senso dizendo que não há motivos para fazer reverter a gestão das piscinas para a Câmara Municipal no pressuposto que a gestão será sempre melhor feita pela entidade da freguesia

No Período da Ordem do Dia, ao ponto 3.8 – Apreciação e votação da Denúncia de Protocolo de Exploração das Piscinas Municipais de Caria a primeira intervenção foi do presidente da Junta Silvério Quelhas que fez o relato dos acontecimentos referindo que se trata de uma medida politica, sem um pretexto válido, onde não há motivo para denuncia do protocolo uma vez que não há qualquer incumprimento por parte da junta. Onde não houve sequer audiência prévia e a fazer-se será ilegal. Considerando também que o ponto não devia sequer ser votado.

O líder de Bancada do PS, Luís António Almeida, referiu acerca deste ponto que o que estava em causa e era se votavam ou não este ponto, considerando ele que sim pois a Câmara tinha de assegurar o bom funcionamento das piscinas e que por isso até tinham tomado esta posição por unanimidade, com os votos também dos vereadores da CDU e do PSD.

Paulo Borralhinho que quis fazer um enquadramento das piscinas com os pressupostos da delegação de competências, procurou depois explicar as razões que levaram a Câmara a esta decisão, as quais, diz que, não foram tomadas de ânimo leve, empurrando acusações para a Junta de Freguesia

Já António Marques líder de bancada do PSD apelou a que “houvesse bom senso”, que a Câmara esteve mal, questionou o vereador da CDU se ele não estaria arrependido desta decisão tão imediata que ali permite o argumento da unanimidade, apelando a bom senso e que o ponto fosse retirado da agenda, não fosse sequer votado.

Já Carlos Gomes do PSD insinuou que o executivo da Câmara já tinha este procedimento premeditado, uma vez que logo no dia a seguir à colocação da placa, e oito dias antes da abertura a Câmara estava a adjudicar material de manutenção para a Piscina de Caria no valor de 17 mil euros.
Houve ainda outros apelos referindo que se incorria numa ilegalidade, mas o presidente da mesa, Amândio decidiu por a votação primeiro a retirada do assunto da Ordem de Trabalhos e aqui votaram favoravelmente a eleita da CDU e a bancada do PSD, nove votos no total contra os dez dos eleitos do PS.
Numa segunda fase, a mesa pôs à votação o ponto de Denuncia do Protocolo de Exploração das Piscinas Municipais de Caria, todo o resultado dos oito votos contra do PSD, os 10 votos a favor do PS e a eleita da CDU, absteve-se nesta votação.

Esta foi a posta do meio na Ordem do Dia da ultima Assembleia Municipal de Belmonte. Outros nove assuntos fizeram ainda parte da Agenda e que a Rádio Caria irá difundir ao longo da semana.

- pub -

Piscinas de Caria Retiradas à Junta de Freguesia

Foi na passada sexta-feira, à reunião da Assembleia Municipal o ponto que já se previa mais polémico, a proposta de ratificação do executivo para Denuncia do Protocolo de Exploração das Piscinas Municipais.
A situação começou logo por ser abordada no Período Antes da Ordem Do Dia por Rosa Coutinho da CDU que apelou ao bom senso dizendo que não há motivos para fazer reverter a gestão das piscinas para a Câmara Municipal no pressuposto que a gestão será sempre melhor feita pela entidade da freguesia

No Período da Ordem do Dia, ao ponto 3.8 – Apreciação e votação da Denúncia de Protocolo de Exploração das Piscinas Municipais de Caria a primeira intervenção foi do presidente da Junta Silvério Quelhas que fez o relato dos acontecimentos referindo que se trata de uma medida politica, sem um pretexto válido, onde não há motivo para denuncia do protocolo uma vez que não há qualquer incumprimento por parte da junta. Onde não houve sequer audiência prévia e a fazer-se será ilegal. Considerando também que o ponto não devia sequer ser votado.

O líder de Bancada do PS, Luís António Almeida, referiu acerca deste ponto que o que estava em causa e era se votavam ou não este ponto, considerando ele que sim pois a Câmara tinha de assegurar o bom funcionamento das piscinas e que por isso até tinham tomado esta posição por unanimidade, com os votos também dos vereadores da CDU e do PSD.

Paulo Borralhinho que quis fazer um enquadramento das piscinas com os pressupostos da delegação de competências, procurou depois explicar as razões que levaram a Câmara a esta decisão, as quais, diz que, não foram tomadas de ânimo leve, empurrando acusações para a Junta de Freguesia

Já António Marques líder de bancada do PSD apelou a que “houvesse bom senso”, que a Câmara esteve mal, questionou o vereador da CDU se ele não estaria arrependido desta decisão tão imediata que ali permite o argumento da unanimidade, apelando a bom senso e que o ponto fosse retirado da agenda, não fosse sequer votado.

Já Carlos Gomes do PSD insinuou que o executivo da Câmara já tinha este procedimento premeditado, uma vez que logo no dia a seguir à colocação da placa, e oito dias antes da abertura a Câmara estava a adjudicar material de manutenção para a Piscina de Caria no valor de 17 mil euros.
Houve ainda outros apelos referindo que se incorria numa ilegalidade, mas o presidente da mesa, Amândio decidiu por a votação primeiro a retirada do assunto da Ordem de Trabalhos e aqui votaram favoravelmente a eleita da CDU e a bancada do PSD, nove votos no total contra os dez dos eleitos do PS.
Numa segunda fase, a mesa pôs à votação o ponto de Denuncia do Protocolo de Exploração das Piscinas Municipais de Caria, todo o resultado dos oito votos contra do PSD, os 10 votos a favor do PS e a eleita da CDU, absteve-se nesta votação.

Esta foi a posta do meio na Ordem do Dia da ultima Assembleia Municipal de Belmonte. Outros nove assuntos fizeram ainda parte da Agenda e que a Rádio Caria irá difundir ao longo da semana.

- pub -

MAIS PARA SI

- pub -